Evite roubos e fraudes com as tecnologias KYC, KYE e KYP.

5 minutos para ler

O mercado financeiro tem tido como forte aliado, os avanços tecnológicos, uma vez que a maioria das transações pode ser realizadas via internet. Porém, existem alguns problemas que isso pode acarretar para as empresas e instituições bancárias, que é justamente a facilidade de falsificação de identidade, fraudes e lavagem de dinheiro. Para evitar isso, decidimos incluir em nossa suíte de soluções cognitivas o KYC, KYE e KYP.

Essas tecnologias são métodos pelos quais você conhece seu cliente, colaborador e, também fornecedor. Com elas você consegue ter todos os dados de cada perfil, podendo, inclusive, fazer uma análise completa para saber se o mesmo ou familiares, estão expostos à corrupção.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Nós estamos vivendo o período da Era Digital, e isso nos impulsiona ativamente a fazer parte de uma economia ilimitada, como aconteceu em 1970 e 1980 no mercado financeiro, no qual os novos negócios surgiram a partir do mercado digital e obteve o poder de criar valor e expandir oportunidades e possibilidades em diversas áreas.

Por um lado, isso é muito bom, já que o mundo gira em torno da economia. Contudo, esses avanços trouxeram muitas preocupações para as empresas, uma vez que o número de fraudes se tornou proporcional ou maior que as novas oportunidades.

Por essa razão, normas e regulamentos estabelecendo políticas e procedimentos para combater a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo e outras práticas criminosas vêm sendo discutidas, aprovadas e aplicadas no cotidiano das empresas, seja de âmbito público ou privado.

Esses processos envolvem quatro elementos principais para combater fraudes, sendo eles:

  1. Políticas ao cliente;
  2. Procedimentos de cadastro e identificação de clientes;
  3. Monitoramento de transações;
  4. Gerenciamento de riscos;

Isso porque esses problemas criam desfalques nas instituições, bem como perdas financeiras, despesas jurídicas e contábeis, incluindo deterioração e danos à imagem.

Dessa forma, o KYC obriga entidades financeiras e agentes vinculados a realizarem pesquisas sobre os dados dos potenciais clientes, junto a Receita Federal, e, caso necessário, até mesmo em órgãos internacionais, como a OFAC norte-americana.

Já no Brasil, a base legal é determinada pela Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), criada em 2009 e que, desde então, vem desenvolvendo estratégias para combater crimes como roubo de identidade, corrupção e lavagem de dinheiro.

KYC | KYE | KYP: Saiba quem está exposto a corrupção

Embora seja um assunto que tem ganhado espaço nos meios de comunicação, vale incluir aqui, o fato da corrupção e movimentação de lavagem de dinheiro, ganharem espaço na esfera pública brasileira, uma vez que os escândalos governamentais, somem dezenas de bilhões de reais em desfalques, desvios e corrupção ativa ou passiva.

Logo, a partir disso, pessoas que tenham exercido ou exerçam cargos e funções públicos, incluindo políticos, funcionários e cargos de confiança, devem ser analisados com maior cuidado, uma vez que o KYC avalia com cautela, pessoas potencialmente expostas à corrupção, assim como parentes e familiares.

Evite roubos e fraudes com as tecnologias KYC, KYE e KYP.

Preciso ter cuidado somente com os clientes?

As práticas de KYE e KYP também é uma forma de evitar fraudes e desfalques, especialmente dentro de empresas e corporações, uma vez que a grande maioria das fraudes na iniciativa privada, acontece por envolver clientes que geralmente contam com a participação ativa de funcionários, parceiros e fornecedores, ou pelo menos algum grau de facilitação por essas partes.

Por isso a importância de normas internas em grandes empresas e companhias de capital aberto, assim como já existem políticas de admissão e contratação de cadastro e qualificação de fornecedores.

Essas políticas e normas dificultam os processos de contratação de funcionários e fornecedores, contudo, a tecnologia possibilita que muitas dessas análises de KYE e KYP sejam realizadas de maneira completamente eletrônica e automática, através do cruzamento de dados de APIs, bancos digitais, listas atualizadas em tempo real e outros.

Você sabe quem são as pessoas com quem está negociando?

A pergunta que eu quero fazer é: Você sabe com quem está lidando? Os prejuízos decorrentes de fraudes, infelizmente, não afetam apenas as grandes empresas, como também as de menor portes e pessoas físicas.

Pode parecer difícil e custoso, mas a tecnologia está a seu favor, pois, rapidamente e de uma forma bem simples, é possível garantir a autenticidade de dados, a validação de identidade de clientes e fornecedores, e até mesmo, dados de histórico jurídico e bancários.

Nosso objetivo é permitir que as empresas tenham total segurança, não somente com relação aos documentos, mas em todos os aspectos. Por isso, decidimos nos antecipar, e desenvolver soluções que não apenas resolvam problemas, como também evitem que eles aconteçam.

Se você gostou desse artigo, curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Evite roubos e fraudes com as tecnologias KYC, KYE e KYP.

Posts relacionados

Deixe um comentário