Ciclo PDCA: indispensável para a gestão de qualidade do seu projeto

5 minutos para ler

A maneira como uma empresa lida com o gerenciamento do processo de negócio, depende da forma como o empreendedor busca otimizar resultados ao longo de cada projeto, que demanda estratégia, raciocínio e muito estudo sobre o que está sendo explorado.

O Ciclo PDCA, pode ser aplicado em diferentes áreas, sendo útil em vários meios do empreendedorismo. Afinal, é um ciclo que tem como princípio melhorar os processos das empresas, independente do porte ou segmento.

O que é Ciclo PDCA?

O Ciclo PDCA se resume em planejar, fazer, verificar e agir, etapas que se aplicam a todos os tipos de processos dentro de uma empresa. A aplicação do Ciclo PDCA nada mais é, do que melhorar aquele processo que de alguma forma prejudica o andamento ou a imagem da empresa.

PDCA é uma ferramenta do Controle Total de Qualidade, que surgiu nas indústrias para otimizar os processos de forma contínua. O Ciclo PDCA, vai melhorar a qualidade e eficácia de cada processo dentro dos gerenciamentos de negócios.

Como identificar a necessidade de um Ciclo PDCA?

Suponha que os potenciais clientes da sua empresa, não estejam satisfeitos com o atendimento do setor comercial. A partir do momento em que você identifica esse problema, é importante buscar uma forma imediata de resolvê-lo.

O primeiro passo é notificar o profissional, envolvido no caso, sobre o que está acontecendo e em seguida, decidir quais medidas serão tomadas.

Sobre o Ciclo PDCA, podemos dizer que é uma manutenção continua, onde qualquer tipo de melhoria que vá influenciar no resultado final, deva ser aplicada.

Qual foco do Ciclo PDCA?

Planejar, fazer, verificar e agir, são fases que ajudam a compreender, não apenas a origem do problema, mas também como devemos solucioná-lo, focando na causa, na melhoria como um todo e não nas consequências.

A maneira que o processo de mudança acontece, deve ser compatível com o “suporte” que a empresa tem, sem afetar nenhum outro setor. Ou seja, se uma pequena empresa necessita que um de seus processos seja modificado, ela deve aplicar o Ciclo PDCA de forma segura, sem desfalcar qualquer outra tarefa do negócio para cuidar do problema.

Fases do Ciclo PDCA:

Planejar

Pensar em todos os detalhes de um projeto é primordial no Ciclo PDCA, para que não ocorram falhas ou perda de tempo. O planejamento deve ser estratégico e cuidadoso, levando como princípio a missão, a visão e os valores da empresa. Ao definir o melhor caminho de negócios, deve ser levado em conta o objetivo e as metas traçadas.

Fazer

Depois de tudo planejado, o projeto deve ser posto em prática, mas em formato de teste, seguindo cuidadosamente todos os detalhes. Nesta fase, não é permitido pular etapas, muito menos improvisar, pois qualquer tipo de mudança nesta altura pode comprometer todo resto do percurso.

O Ciclo PDCA já saiu de seu planejamento, está em processo de testes e caminha para a fase de verificação, mas antes deve ser feito um treinamento com diretores e funcionários envolvidos no projeto, afim de adapta-los ao novo processo.

Em seguida, é feita uma análise de fatores, coletando dados e informações dos envolvidos, para verificar o que está dando certo e o que precisa ser aprimorado.

Verificar

Após a coleta de dados e uma breve análise, chegou o estágio do Ciclo PDCA em que você identifica os possíveis gargalos. Os objetivos e resultados obtidos agora são analisados junto com os dados através do mapeamento final do processo de execução, que pode ser aplicado de duas maneiras, ao final dos testes ou paralelamente, permitindo ajustes enquanto o novo processo acontece.

Agir  

Com base em tudo que foi planejado, feito e verificado, chegou a última etapa do Ciclo PDCA, onde todas as ações devem ser aplicadas para corrigir o processo. É natural que o PDCA não tenha fim, pois se trata de um processo cíclico, com base em outras perspectivas e parâmetros, focando em novos problemas que precisam ser solucionados.

Como o PDCA gerencia os processos

No planejamento, o PDCA alinha o processo de execução com o contexto organizacional, definindo o que é necessário para executar com sucesso o projeto.

Na fase de testes, a implementação do ciclo é feita através da aplicação do que foi planejado, passo a passo, sem pular etapas, de acordo com tudo o que foi especificado.

Verificando os resultados dos testes, o PDCA continua sendo executado de forma que os erros encontrados sejam corrigidos e otimizados para que possam ser implementados com sucesso.

Partindo pra ação final do ciclo, o projeto é realmente aplicado, a partir daí surgem as novas dúvidas e é onde o ciclo começa novamente.

Agora que você já sabe o que é PDCA, leia o artigo complementar em que ensinamos, detalhadamente, como você pode fazer o mapeamento de processos na sua empresa.

Posts relacionados

Deixe um comentário