Como abrir uma franquia: O passo a passo para você começar e gerar lucros

12 minutos para ler

Abrir uma franquia é uma ótima escolha para quem deseja empreender, uma vez que o crescimento do setor de franquia no Brasil, tem atraído a atenção de diversos empreendedores que estão em busca de um negócio com menos riscos.

Contudo, se engana quem pensa que somente os inexperientes investem em franquias, pois, até mesmo empresários com vivência de mercado estão diversificando sua atuação para ampliar seus ganhos.

O modelo de negócio é alvo de quem procura segurança, uma vez que a marca já possui credibilidade no mercado, assim como o produto está testado e aprovado. Outra vantagem é o suporte e acompanhamento prestados pela franqueadora, facilitando o trabalho e impulsionando os resultados.

Ainda assim, existem aquelas dúvidas sobre qual segmento atuar, se realmente possui perfil para atuar neste mercado, quais são as burocracias, tipos de franquia e o que fazer para começar.

Se você tem essas e outras dúvidas, continue a leitura e aprenda em detalhes como abrir uma franquia e aumentar sua renda.

Vale a pena investir em franquias?

Abrir o próprio negócio não é uma tarefa fácil, ainda mais para quem não deseja começar algo do zero. Diante dessa situação, o setor de franquia se enquadra perfeitamente, pois, trata-se de um modelo de negócio consolidado no mercado.

Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising) o setor de franquias apresentou um crescimento de 8.4% no primeiro trimestre de 2018 e, a previsão para 2019 é que o percentual esteja entre 8% e 10%.

Dentre os modelos de franquia que mais cresceram em 2018, estão em destaque os segmentos de: alimentação, entretenimento e lazer, turismo e hotelaria, casa e construção, comunicação e tecnologia.

Todavia, como em todo investimento, é importante ter conhecimento sobre o mercado em que está entrando e o potencial do negócio, dado que, são ações fundamentais para que você alcance um crescimento contínuo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como saber se tenho perfil para abrir uma franquia

O que todo empresário tem em comum é o espirito empreendedor, sem essa característica dificilmente o negócio terá um bom andamento, podendo, inclusive, chegar a falência nos primeiros 5 anos.

Logo, podemos descrever uma pessoa com espirito empreendedor, como alguém que não se acomoda, está sempre em busca de novas ideias e oportunidades para fazer o negócio crescer e capacidade de lidar com momentos de crises.

O que a franqueadora oferece ao franqueado

A vantagem de abrir uma franquia é que o modelo de negócio já está consolidado, ou seja, no momento em que o franqueado iniciar as operações, ele terá mapeado toda a estratégia de marketing, vendas, operações e atendimento.

Se tratando de fornecedores, as franqueadoras sempre indicarão aqueles que estão em sua rede de contatos, assim, o franqueado não terá a o trabalho de buscar parceiros. É importante ressaltar que todas essas ações são documentadas em um contrato que deve ser assinado por ambas as partes.

O perfil do empreendedor precisa estar alinhado com o segmento

Ter conhecimento sobre a área em que pretende atuar é um diferencial positivo, além de passar mais segurança para a franqueadora, que terá confiança no seu trabalho, pois, estará ciente das ações que serão tomadas.

É como alguém que estudou comunicação social e investe em uma franquia de marketing digital, ele possui experiência e conhecimento na área, o que permitirá que o mesmo alcance resultados melhores.

Mas, é importante lembrar que o contrato é pontual sobre o que pode ou não ser feito pelo franqueado, pois, é uma medida de preservar a imagem da empresa, caso algo dê errado. Por isso, é importante conversar e ambos entrarem em consenso.

Entretanto, se você pretende começar em um mercado novo, no qual não possui conhecimento de produto nem experiência, é fundamental que estude e passe a ter domínio sobre o que oferecerá aos futuros clientes.

Isso conta muito no momento de a franqueadora aprovar a sua solicitação de parceria, que também avaliará sua forma de lidar com regras, especificadas em contrato, e sugestões de melhoria.

Como saber qual segmento se enquadra com o seu perfil

Existem diversos tipos de franquia no Brasil, segundo a ABF os segmentos são divididos em:

  • Alimentação;
  • Casa e Construção;
  • Comunicação, Informática e Eletrônicos;
  • Alimentação;
  • Casa e Construção;
  • Moda;
  • Saúde, Beleza e Bem-Estar;
  • Serviços Automotivos;
  • Hotelaria e Turismo;
  • Limpeza e Conservação;
  • Serviços Educacionais.

Embora você saiba quais segmentos poderá escolher para começar o seu negócio, é importante fazer um estudo aprofundado sobre os produtos e serviços, assim como as oportunidades no mercado, por exemplo, quem será o seu público-alvo.

Também faz parte desse estudo, a definição do local onde o seu negócio será aberto, uma vez que, o ponto de localização é essencial para a visualização da sua marca.

Caso o seu modelo de negócio seja Home Office, você vai trabalhar em casa e usar apenas os equipamentos necessários para a realizar as atividades. Neste caso, está em evidência o segmento de marketing digital e digitalização de documentos, que não exigem do franqueado um ponto comercial.

Contudo, se quiser conhecer um pouco mais sobre o mercado de franquias, vale a pena participar da ABF Expo, que nada mais é que uma feira realizada anualmente.

Essa é uma oportunidade para conhecer os mercados e fazer networking com empresários que já possuem experiencia no segmento em que tem interesse.

Entenda como definir o valor para investir em uma franquia

Neste caso, não existe nenhum valor pré-estabelecido para o investimento em franquia, isso é algo que precisa ser visto com a empresa escolhida e, em seguida fazer uma comparação de preços.

Mas é importante ficar atento, já que algumas franquias cobram royalties, pagamento mensal pelo uso da marca e serviços disponibilizados pela empresa, como marketing e treinamento comercial.

Como relatamos anteriormente, os custos para começar as atividades variam de acordo com o formato do negócio. Existem redes de franquia que trabalham em modelo home office, enquanto outras concedem a oportunidade de o franqueado escolher o modelo, optando pelo ponto comercial ou trabalhar em casa.

Logo, o valor pode variar entre R$ 5 mil a 100 R$ mil e o prazo de retorno do investimento costuma ser entre 24 a 26 meses. Embora, em alguns casos, o período pode ser menor ou maior, dependendo do modelo de negócio.

É valido abordar esses tópicos com a franqueadora, bem como os custos da operação, para que não seja pego de surpresa e acabe gastando mais do que o planejado. Caso o valor de investimento não esteja alinhado com sua condição, existem opções de crédito para franquias feito pelo Banco Santander e Banco do Brasil.

Conheça a Lei de Franquias que ampara o mercado no Brasil

No Brasil, o Franchising está amparado pela Lei de Franquias, criada em 1994, é a única fonte de dados oficial para que o franqueado conheça os seus direitos e obrigações, das exigências da rede e como o seu negócio deverá funcionar.

A lei exige a apresentação da Circular de Oferta de Franquia (COF), na qual constam as informações pertinentes ao negócio, como valores, prazos, taxas, obrigações, exclusividades e fornecedores.

O documento é emitido pela franqueadora e assinado pelo franqueado que, caso desista da compra, a empresa tem a obrigação de devolver os valores pagos até aquele momento.

A COF também é um dos instrumentos mais utilizados judicialmente em decisões contra ou a favor da franqueadora em caso de litígio em ambos os lados.

Por isso, é importante analisar com atenção e, se for preciso, convidar um advogado para fazer a análise dos benefícios, vantagens, desvantagens e possíveis dificuldade pertinente ao negócio.

Nós também recomendamos para você os cursos oferecidos pela ABF Educação, para facilitar as suas escolhas e fortalecer o seu conhecimento sobre o assunto.

Qual o benefício de investir em franquias?

O modelo de negócio já está testado e consolidado

Para começar um negócio do zero é preciso ter consciência de todos os esforços e investimentos que serão necessários para desenvolver um novo modelo de negócio, entre eles estão:

  • Planejamento estratégico;
  • Estudo de mercado;
  • Escolha do segmento
  • Avaliação do produto ou serviço que será oferecido;
  • Infraestrutura;
  • Estratégia de Marketing;
  • Colaboradores;
  • Entre outros.

É por isso que a maioria dos empreendedores está optando pelo modelo de franquia, que já passou por todas as etapas citadas acima, ou seja, o negócio é testado e aprovado no mercado.

Cresça de forma recorrente através de novas estratégias

O crescimento é exponencial, uma vez que a franqueadora está sempre estudando novos pontos estratégicos para chegar até o público-alvo, o que permite que você tenha cada vez mais credibilidade no mercado e, consequentemente, obtenha mais resultados.

Seja autoridade no mercado através da divulgação da marca

Ter uma marca conhecida no mercado não é o suficiente, é preciso mostrar para o público-alvo que a sua empresa é autoridade no segmento em que atuam.

Isso é feito através de estratégias de marketing e publicidade que, se bem alinhadas, farão com que a sua empresa esteja na consciência dos futuros clientes.

Um grande exemplo que podemos trazer aqui, é o que acontece quando queremos assistir algum filme ou maratona uma série, qual principal portal que vêm em nossa mente? Se a resposta foi Netflix, é justamente neste ponto que estamos querendo chegar.

A Netflix se tornou uma autoridade no mercado de entretenimento, ou seja, toda vez que alguém quiser assistir um filme ou série, não restará outra opção na sua consciência, senão essa.

Pode até haver outros concorrentes, mas não foram fortes o suficiente para serem referências de bons conteúdos para nós. Viu como uma marca que se torna autoridade consegue mais resultados?

Elaboração de contratos para segurança de ambas as partes

Antes de investir seu dinheiro em uma franquia, é preciso ter segurança e isso é feito mediante contrato. Dessa forma, ambas as partes estão seguras juridicamente de possíveis revisões de acordo, o que dá ainda mais garantia para o investidor exercer suas atividades.

Treinamento completo para gestão da franquia

Para começar a oferecer os serviços ou produtos, o franqueado passará por um treinamento de gestão da unidade, momento em que aprenderá como ter o controle sobre o negócio. Além de receber feedbacks e recomendações de melhoria durante o período em que estiverem ativos.

Padronização dos produtos/serviços a fim de evitar erros e retrabalhos

É muito mais simples manter um padrão de serviço ou produto do que começar do zero e ter que fazer os testes para comprovar a qualidade e eficiência dos mesmos.

Por isso, no momento de investir em uma franquia, poderá conhecer como funcionam os processos e entender como é o padrão adotado pela franqueadora. Isso trata clareza sobre como será aplicado no seu negócio e os passos que deve seguir para não ter problemas com retrabalhos.

Suporte e acompanhamento completo

Ao abrir uma franquia, você poderá contar com todo o suporte necessário em temas como contabilidade, jurídico, tributário, atendimento ao cliente, oferta dos produtos, técnicas de venda, e outros auxílios que variam de franqueadora para franqueadora.

Essas ações evitam problemas por falta de conhecimento da parte do franqueado, e o impulsiona para alcançar mais resultados para o seu negócio.

Quais principais tipos de franquia

Existem diversos modelos de franquia que você pode aderir, mas fazer a escolha certa depende da sua estratégia. Vamos analisar cada um deles a seguir:

1.Micro Franquias

O modelo de micro franquia é caracterizado por requisitar um valor de baixo investimento, no máximo R$ 90 mil. Além disso, o custo operacional é barato e simples, e as atividades podem ser realizadas de casa, o que é chamamos de Home Office.

2. Franquia Unitária

Esse modelo de franquia permite a abertura de uma unidade exclusiva no local em que o franqueado escolher. Por exemplo, se você mora em Porto Alegre – RS e deseja abrir uma franquia unitária nessa cidade, poderá ficar tranquilo, pois, nenhuma unidade desta mesma franqueadora poderá ser aberta no local.

Inclusive, o franqueado também poderá adquirir mais franquias unitárias em outras localizações. Neste caso, a abertura de mais unidades vai depender da estratégia e condições financeiras do empresário.

3. Master Franquia

O máster franqueado é aquele que tem o direito de terceirizar ou implantar outras lojas em um determinado território. Esse acordo é feito mediante um contrato com a franqueadora e, assim que o franqueado passar a abrir outras unidades, poderá receber o valor de royalties e taxas sobre elas.

5. Franquia de Desenvolvimento de Área

No caso de franquia de desenvolvimento de área, será assinado um contrato que garante que somente aquele franqueado poderá explorar aquela região, podendo abrir mais de uma unidade. Assim como a franquia máster, ele também receberá o valor de taxa e royalties de seus franqueados.

Abrir uma franquia é dar continuidade para um negócio testado e aprovado no mercado, além de obter grandes resultados e o realizar o mínimo de esforço, uma vez que todo trabalho duro foi realizado pela franqueadora.

Ou seja, está procurando por um caminho seguro para aumentar sua renda, abrir uma franquia é uma boa escolha. Contudo, escolher o modelo e segmento vai depender muito da sua estratégia,mas agora que você já sabe como funciona, ficará mais fácil de decidir os próximos passos. 

Inclusive, para as próximas decisões, é importante definir qual será o valor que você investirá na franquia e para isso, separamos aqui um artigo complementar sobre com ter uma franquia de digitalização de documentos.

Como abrir uma franquia: O passo a passo para você começar e gerar lucros

Posts relacionados

Deixe um comentário