Como escolher a franquia certa para você investir

8 minutos para ler

O setor de franquia não para de crescer, é o que revela a última Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor realizada pela ABF, que registrou um crescimento de 7% no primeiro trimestre de 2019, o que significa que o faturamento passou de R$ 38,752 bilhões para R$ 42,646 bilhões.

Com o mercado de franquia estando em evidência, como escolher a franquia certa é uma das principais dúvidas dos futuros empreendedores. Contudo, antes de decidir, é importante considerar uma variedade de fatores, como custos, taxas, segmentos, locais e políticas. São questões importantes que serão determinantes para que saiba se obterá sucesso ou não com o novo negócio.

Neste artigo, iremos falar sobre estas questões para que consiga escolher qual a franquia certa para você.

1. Quais são os Custos de uma Franquia

Investir em uma franquia exige uma quantidade considerável de capital para cobrir os custos iniciais, que variam de acordo com o tipo de indústria, marca e localização. Saber quais são os custos que você precisa pagar é um dos passos mais importantes na compra de uma franquia.

Dentre esses custos estão a taxa e franquia e qualquer outro em andamento. Vamos entender essas despesas separadamente para que você saiba o que considerar no momento de escolher uma franquia. Veja abaixo quais são os custos:

1.1. Taxa de franquia: Este é o pagamento que você faz ao franqueador ao aderir a franquia e também pelos direitos de uso de sua marca.

1.2. Locação de imóveis comerciais: Este valor é referente ao custo de arrendamento da propriedade onde você operará sua franquia. Algumas exigirão que você compre ou construa sua própria propriedade em vez de alugar.

1.3. Treinamento e despesas relacionadas: Isso representa as taxas de treinamento, que incluem despesas com viagens, hospedagem e estadia durante todo o período de treinamento (que geralmente dura uma semana ou duas).

1.4. Custos de equipamento: A quantidade de dinheiro que você precisa investir em equipamentos necessários para executar a franquia. Você também deve incluir os custos de outros equipamentos, como computadores, sistemas de segurança, outros aparelhos e móveis.

1.5. Custo para mercadoria inicial: Custo para comprar o estoque inicial que você precisa para sua franquia.

1.6. Taxas de seguro: O custo do seguro que você precisa comprar se for obrigatório em termos do contrato.

1.7. Outras taxas / despesas: Taxas relacionadas à abertura de uma franquia, incluindo permissões, serviços jurídicos e contábeis, publicidade de inauguração e profissionais.

2. Taxas contínuas e outras despesas

Além dos custos típicos mencionados acima, existem outras taxas que você deve considerar, como taxa de royalties e publicidade / marketing, incluindo, despesas correntes como salários e despesas com serviços públicos. Vamos abordar cada uma dessas taxas em andamento abaixo:

2.1. Taxa de royalties: Trata-se de uma porcentagem de suas vendas brutas, geralmente entre 3% e 8%. A quantidade varia de acordo com os franqueadores.

2.2. Taxa de publicidade: Existem algumas franquias que exigem que os franqueados contribuam com determinados valores para que seja feita a publicidade regional e nacional. A porcentagem varia entre 2% a 6% e varia por franqueador.

2.3. Despesas operacionais: São despesas necessárias para operar seus negócios, que incluem salários e vencimentos, despesas com serviços públicos e outros custos operacionais relevantes.

Embora esses custos contínuos normalmente não levem em consideração seu investimento inicial, é importante estar ciente deles enquanto escolhe a melhor franquia para dar início aos serviços e não ter eventuais surpresas ao decorrer do tempo.

3. Qual é o valor de uma franquia

Dependendo do setor, seu investimento inicial pode ser tão baixo quanto R$10.000 ou ultrapassar os R$500 mil, embora existam diferentes opções de financiamento, você precisa saber como orçar seus custos de franquia com eficiência.

Para quem quer trabalhar em casa, pode optar pelo modelo de franquia home office, que não exige do franqueado nenhuma estrutura, a não ser os equipamentos necessários para exercer as atividades, como é o caso da Franquia de Digitalização de Documentos que virou matéria na VEJA.

4. Onde encontrar franquias à venda

Depois de ter um investimento em mente, o próximo passo é encontrar franquias que correspondam ao seu orçamento. Você tem a opção de fazer a sua própria pesquisa e procurar por franquias que estejam nos seus parâmetros. Outra opção, é contratar um corretor de franquia para ajudá-lo a encontrar a que está dentro da sua experiência profissional e interesse. Caso decida fazer por conta própria, abaixo listei alguns sites que podem ajudar nessa decisão:

5. Onde encontro as melhores oportunidades?

A verdadeira questão não é qual a melhor franquia, mas qual será a melhor para você. Isto só ficará claro no momento em que fizer um exame cuidadoso de suas habilidades, objetivos, interesse e experiência.

Quando você compra uma franquia, o valor não está em ser mais nova ou conhecida, e sim no potencial do negócio e sua capacidade de ser um bom empreendedor. Além de estudar como aquele serviço será aplicado na sua localização, é importante analisar o que está sendo buscado pelas pessoas, para, então, escolher um negócio lucrativo.

6.  Como eu sei qual modelo é melhor para mim?

Para escolher a melhor franquia para você, é útil explorar os motivos pelos quais deseja ter o próprio negócio, quais são os fatores motivadores e o que você deseja realizar por meio da franquia. Para isso, responda as seguintes perguntas a si mesmo:

• Seu objetivo é ganhar mais dinheiro?

• Você está tentando ter um melhor controle do seu tempo?

• Você está procurando conseguir um melhor equilíbrio no trabalho da vida?

Você deseja seguir uma paixão particular?

• Você está tentando construir algo que acumule capital?

Em seguida, determine o tempo e a forma como vai trabalhar, se será em um ponto comercial ou home office, se será em período integral ou parcial. Assim que essas questões forem concluídas e tiver em mãos todas as respostas, poderá escolher qual melhor modelo de negócios para você.

7. Como escolher a franquia certa para você

Durante a pesquisa sobre qual franquia escolher, seleciona duas ou três com base no seu orçamento, interesse e experiência. Após, entre em contato com os franqueadores para entender suas políticas e procedimentos.

Embora você possa encontrar a maioria das informações na internet, é preferível o contato direto para fazer perguntas mais específicas. Abaixo listamos alguns questionamentos que você pode fazer durante a conversa:

• Quais são as regras e regulamentos que não são negociáveis?

• Você consegue se comunicar bem com eles – via telefone, e-mail ou reuniões presenciais?

• Sua missão e visão estão alinhadas com a missão e visão da empresa de franquia?

• Quanto a liberdade que você quer como dono de uma empresa, a franquia permite isso?

• Deseja executar suas próprias promoções e campanhas, escolher seus próprios fornecedores, gerenciar suas contas de mídia social e alterar seu horário comercial? A franqueadora permite que isso seja feito por conta própria?

Enquanto algumas franquias são mais liberais, existem outras que são rigorosas e regulamentadoras. Além de seus custos e interesses pessoais, determine se você está disposto a seguir as regras e regulamentos, e se está confortável trabalhando com as pessoas por detrás da franqueadora.

8. Começar do zero ou investir em uma franquia

Começar o próprio negócio do zero requer uma série de estudos e análises de mercado, o que exige tempo e conhecimento do empreendedor. Para quem deseja obter resultados imediatos ao investir em uma franquia, conhecida no mercado e com um plano de negócio definido, você pula o processo de encontrar um local, fazer um planejamento estratégico e contratar colaboradores.

Como um franqueado, você apenas compra os equipamentos que precisa para realizar as atividades, aluga um escritório físico, caso o seu modelo de franquia não seja o home office, e então dar início aos serviços. Portanto, ao escolher uma franquia, procure pela que mais se adeque aos seus interesses para que, dessa forma, consiga crescer de forma escalável.

Se você gostou desse conteúdo, então leia o nosso artigo onde ensinamos como fazer um investimento inicial.

Como escolher a franquia certa para você investir
Posts relacionados

Deixe um comentário